Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufma.br/jspui/handle/123456789/642
Title: Produtividade de genótipos de milho em resposta à época de semeadura
Other Titles: Productivity of maize genotypes in response to sowing time
Authors: NASCIMENTO, Flávia Meinicke
BICUDO, Sílvio José
RODRIGUES, José Guilherme Lança
FURTADO, Marileia Barros
CAMPOS, Sérgio
Keywords: Zea mays L.
Morfologia
Composição genética
Morphology
Genetic composition
Issue Date: 2011
Publisher: UFV
Citation: NASCIMENTO, F. M. et al. Produtividade de genótipos de milho em resposta à época de semeadura. Revista Ceres, Viçosa, v. 58, n. 2, p. 193-201, mar./abr., 2011.
Abstract: Com o objetivo de avaliar a interferência da época de semeadura de três cultivares de milho, com estádios fenológicos distintos, semeados em quatro épocas, foi desenvolvida a presente pesquisa. O experimento foi conduzido em condições de campo na Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com seis repetições, sendo consideradas causa de variação a composição genética dos cultivares de milho e épocas de semeadura. O experimento foi instalado segundo um modelo fatorial 3x4, com AL 34, ciclo normal, AG 9010, ciclo hiperprecoce e DKB 333B, ciclo semiprecoce e as épocas de semeadura agosto, outubro e dezembro de 2003 e fevereiro de 2004. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. A semeadura feita em fevereiro possibilitou uma emergência mais rápida, diferindo das demais épocas, independentemente, do cultivar. O número de folhas abaixo e acima da espiga, a população inicial e final são influenciados pela época de semeadura. Para a altura de plantas, a genética e a fisiologia dos cultivares preponderaram. A semeadura de fevereiro possibilitou encontrar diferenças significativas na produtividade, resultante da integração dos componentes de produção. Os cultivares de milho AL 34, AG 9010 e DKB 333B são dependentes da época de semeadura e do ciclo vegetativo de cada cultivar. _______ ABSTRACT: The objective of this study was to evaluate the influence of four sowing times on the yield of three maize cultivars with different phenological stages. Field experiments were carried out in the FCA/UNESP-Campus, Botucatu, São Paulo State, Brazil. The experiments were arranged in a randomized block design with six repetitions, considering maize genetic composition and sowing times as causes of variation. The treatments were arranged in a 3x4 factorial design, with three cultivars AL 34 (late cycle), AG 9010 (early cycle) and DKB 333B (medium-early cycle) planted in 4 sowing times, August, October and December 2003 and February 2004. Data were examined by analysis of variance and means were compared by the Tukey test at 5% probability level. Sowing in February provided a more rapid emergence, differing from the other times regardless of cultivar. The number of leaves above and below the ear and the initial and final population were influenced by sowing time. For plant height, genetics and physiology of cultivars predominated. Sowing in February allowed the identification of differences in productivity resulted from the integration of production components. Yield of cultivars AL 34, AG 9010 and DKB 333B depends on sowing time and vegetative cycle of each cultivar.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/642
ISSN: 0034-737X
Appears in Collections:Artigos - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
produtividade de genotivos de milho.pdfArtigo102,67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.